• Dr. Jorge Lyra

Outubro Rosa: saiba mais sobre o câncer de mama

O mês de outubro é marcado pela campanha Outubro Rosa, momento de conscientização sobre o câncer de mama. Um dos mais agressivos entre as mulheres, mas que, quando diagnosticado no início, têm 95% de possibilidade de cura.


Como forma de tirar algumas dúvidas sobre essa doença, e tentar auxiliar de alguma maneira os pacientes que sofrem com o câncer de mama, e também aqueles que desejam prevenir-se. Irei responder algumas dúvidas dos nossos seguidores e esclarecer a importância da detecção precoce do câncer de mama.


1. Como se dá o diagnóstico do câncer de mama?


Essa é uma pergunta fácil, o câncer de mama tem como principal método de diagnóstico a mamografia. Ele não é o único, tem também o ultrassom de mama, e as vezes até exames mais caros, como a tomossíntese e a ressonância de mama. Mas um exame basal é a mamografia, e o ultrassom de mama, mais uma vez gostaria de frisar, não substitui a mamografia. Sei que existem algumas pacientes que sentem dor quando fazem o exame na mama, mas o ultrassom não substitui a mamografia.


2. O câncer de mama tem cura?


Claro, estamos aqui lutando todos os dias por isso. O câncer de mama tem cura quando ele é diagnosticado numa fase precoce, por isso se dá a importância de você está realizando os exames preventivos, fazendo consultas periódicas com especialistas e também é importante você fazer um auto exame da mama. Eu gostaria de frisar que o auto exame de mama é importante, mas não confie somente nele, por que quando um nódulo de mama é detectado, geralmente pela mulher, ele já tem algo em torno de 2 centímetros, e isso já não é mais um T1, ou seja, já não é mais um tumor na fase inicial, então o ideal é estar sempre procurando um especialista.


3. Cisto de mama é câncer?


Graças a Deus não, se a gente for fazer uma ultrassom de mama na maioria dos nossos pacientes, em torno de 70% podem ter algum cisto de mama. E eles são, na sua grande maioria relacionados a alterações funcionais ou hormonais da mama, geralmente não são câncer. As vezes pode ter alguma alteração chamada de cisto complexo de mama, que ai pode ser câncer, mas na sua grande maioria não é.


4. Quais são os fatores de risco e como posso prevenir o câncer de mama?


Há várias mulheres que ficam preocupadas, no que podem fazer para se prevenir do câncer de mama. A prevenção se dá por bons hábitos de vida, exercícios físicos, pois o câncer de mama está relacionado ao consumo excessivo de gorduras saturadas e bebidas alcoólicas, colesterol elevado, uso crônico de anti concepcionais orais, uso durante muitos anos e também o histórico familiar. Exemplo que eu cito é o caso da atriz americana Angelina Jolie, que fez uma mastectomia profilática, e retirou as mamas para prevenir o câncer de mama. Isso não é indicado em todos as situações, são casos que tem alguma alteração genética.


27 visualizações
  • Grey Facebook Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Instagram Icon

© 2017 por Dr. Jorge Lyra. Todos os direitos reservados.