• Dr. Jorge Lyra

Cistos na mama podem virar câncer?

Cisto é uma espécie de saco cheio de ar, líquido ou conteúdo semi-sólido que pode se desenvolver em qualquer parte do corpo. Quando se apresenta na mama causa grande preocupação, principalmente, por ser associado ao câncer.


Mas, para a felicidade de todos, na maioria dos casos ele não evolui para um câncer.


Quer saber mais sobre a condição? Confira abaixo.


Cada uma das mamas, possui cerca de 15 a 25 lobos mamários, que são a unidade secretora da mama e também responsáveis pela produção de leite. Esses lobos se distribuem nessa região e são recobertos por um tecido de sustentação composto por gordura e tecido fibroso, cada lobo escoa para um canal chamado ducto lactífero que vai até o mamilo.


Os cistos surgem a partir da obstrução de um dos ductos lobulares terminais, devido o o acúmulo de líquido. Os cistos mamários podem ser classificados em:


  1. Cisto mamário simples: bem localizado, possui paredes finas e com conteúdo líquido no seu interior;


  1. Cisto complexo: um tipo de cisto mais incomum, com paredes espessas, possuindo septos no seu interior e um aspecto heterogêneo, com características mistas de lesão líquida e sólida.


Sintomas


Na maioria dos casos, ele costuma não apresentar sintomas e por esse motivo passam despercebidos no autoexame, sendo detectados na maioria das vezes acidentalmente quando a mulher vai fazer um exame de imagem.

.

Em alguns casos, quando existe a presença de cistos maiores de 2 cm ou aglomerações de cistos, a paciente pode sentir desconfortos na região, principalmente, ao apalpar pode sentir um aspecto de massa mal definida.


Diagnóstico


Os exames de imagem são fundamentais para identificar esses cistos mamários, pois só através dele será possível a fácil identificação das estruturas preenchidas por líquidos.


No caso de diagnóstico de cistos simples a sucção do seu conteúdo faz com que a lesão desapareça, não sendo mais necessário nenhuma outra medida. Se na aspiração for detectado conteúdo sanguinolento ou não existir o desaparecimento por completo, o material deve ser enviado para análise. Se ela vier seca ou sólida, um exame de imagem, como mamografia ou ressonância magnética deve ser o próximo passo.


Cisto na mama e o câncer


O cisto mamário é considerada uma lesões benigna, não sendo considerado fator de risco no desenvolvimento de um câncer. E, por mais que os tumores malignos sejam na maior parte das vezes lesões sólidas, raramente se apresentar como um cisto complexo, pois esse tipo de cisto é composto apenas por pus, restos celulares e coágulos. Mas é importante atenção, pois sua presença pode tornar a detecção de lesões malignas mais difícil na região.


Tratamento


Cistos na mama geralmente são simples e assintomáticos, não necessitando de nenhum tratamento. Quando o cisto for palpável e a paciente estiver insegura com a lesão, pode ser realizado uma sucção com uma agulha fina para a sua aspiração.


Na dúvida procure um mastologista, e lembre-se se você tem 40 anos ou mais, realize a sua mamografia regularmente.



19 visualizações
  • Grey Facebook Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Instagram Icon

© 2017 por Dr. Jorge Lyra. Todos os direitos reservados.