• Dr. Jorge Lyra

Alimentação pode prevenir o câncer de mama?

O câncer de mama é um dos principais problemas de saúde pública do mundo. Como estamos no mês da campanha do Outubro Rosa e hoje, dia 16 de outubro, é comemorado o dia mundial da alimentação, temos uma ótima oportunidade de conversar sobre esta relação, e como a alimentação pode ajudar na prevenção da doença.

O câncer de mama é uma doença que ocorre devida à proliferação descontrolada de células na glândula mamária, que pode se desenvolver em diferentes mulheres por meio de variadas trajetórias metabólicas, celulares e moleculares. Embora existam diversas pesquisas, ainda não se sabe quais são as causas exatas da doença, porém, diante disso chegou a conclusão que existem fatores genéticos, bem como exposições ambientais e estilo de vida, que podem aumentar ou diminuem o risco do seu desenvolvimento.


Sendo que, somente em 5 a 10% dos casos, o fator genético é o dominante. Na grande maioria dos casos, o fator ambiental e o estilo de vida são os mais determinantes. Destacando o padrão da alimentação, pesquisas mostram que diferentes componentes dos alimentos podem impactar a saúde celular.


O peso da alimentação nesse contexto ganha cada vez mais relevância, como demonstra a manifestação de grandes instituições:


O Instituto Nacional de Câncer (INCA) fala: “Entre as medidas que contribuem para prevenir o câncer de mama estão a adoção de comportamentos protetores, como seguir uma alimentação saudável, praticar atividades físicas com regularidade, evitar bebidas alcoólicas e manter o peso adequado. Essas ações são capazes de evitar 28% de todos os casos da doença”.

.

O último relatório do Fundo Mundial de Pesquisa do Câncer e do Instituto Americano de Pesquisa do Câncer também reforça o papel de uma dieta saudável na prevenção do câncer de forma geral, incluindo o de mama.


Podemos resumir algumas das principais orientações da seguinte maneira:

  • Mantenha o peso adequado e siga fisicamente ativo;

  • Consuma uma dieta rica em frutas e vegetais;

  • LIMITE o consumo de fast food e alimentos processados;

  • Modere na carne vermelha e processada;

  • Reduza a ingestão de bebidas açucaradas;

  • Diminua o consumo de bebida alcoólica;

  • Para as mães: amamentem seus bebês.


Estas medidas valem inclusive para pacientes que já tem o diagnóstico do câncer, com os eventuais ajustes necessários.


Além disso, é importante destacar as demais formas de prevenção do câncer em geral, como não fumar e evitar a exposição excessiva ao sol.


Na dúvida procure orientação profissional, seja de um nutricionista, médico, mastologista, oncologista ou cirurgião.


3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo